Tecnologias

Delphi

 

O Delphi é uma ferramenta para o desenvolvimento de aplicações corporativas, possuindo um ambiente integrado além de uma linguagem orientada a objetos. Pode ser utilizado para a criação de aplicações distribuídas e Web Services, usando os padrões COM, SOAP e XML, além de aplicações voltadas para Web, Internet e para a Plataforma .NET.

Java

A Tecnologia Java é uma linguagem de programação; um ambiente de desenvolvimento, de aplicações e de preparação de software para entrega (deployment). Entre outras coisas, suporta multiprocessamento com suas classes de Thread. Possui coleta automatizada de lixo da memória (o que garante a máxima utilização de memória) e, ainda, traz uma série de recursos para produzir interfaces gráficas, aplicações para redes e processamento distribuído. É independente de plataforma, o que significa que um programa escrito em Java roda em praticamente qualquer ambiente operacional sem precisar ser recompilado ou reescrito.

A sintaxe da linguagem de programação Java é similar a do C++ e a semântica é similar a da Smalltalk. Pode criar aplicações integradas end-to-end (de ponta a ponta), isso porque se encontra disponível em três versões: J2ME (Java 2 Micro Edition), J2SE (Java 2 Standard Edition) e J2EE (Java 2 Enterprise Edition).

Como é um ambiente de desenvolvimento, fornece diversas ferramentas: um compilador, um interpretador, um gerador de documentação, uma ferramenta de empacotamento de arquivos e muito mais.

 

Business Intelligence

Business Intelligence (BI) ou Inteligência nos Negócios é um conceito que vai além da gestão empresarial. Envolve a utilização de produtos e soluções com tecnologias analíticas de ponta, permitindo transformar dados armazenados em informações que auxiliam os diversos níveis de uma empresa na tomada de decisões. Inteligência é o produto da transformação de dados em informação, após essa ser analisada ou inserida em um determinado ambiente. Essa, aplicada a um processo de decisão, é o que gera vantagem competitiva para a organização.

 

Plataforma .NET

.NET é uma plataforma de software que conecta informações, sistemas, pessoas e dispositivos. A plataforma .NET conecta uma grande variedade de tecnologias de uso pessoal e de negócios, de telefones celulares a servidores corporativos, permitindo o acesso a informações importantes, onde e sempre que forem necessárias.

Desenvolvido sobre os padrões de Web Services XML, .NET possibilita que sistemas e aplicativos novos ou já existentes conectem seus dados e transações independente do sistema operacional, tipo de computador ou de dispositivo móvel que sejam utilizados, ou que linguagem de programação tenha sido utilizada na sua criação.

É um "ingrediente" presente em toda a linha de produtos Microsoft, oferecendo a capacidade de desenvolver, implementar, gerenciar e usar soluções conectadas através de Web Services XML, de maneira rápida, barata e segura. Essas soluções permitem uma integração mais rápida e ágil entre os negócios e o acesso a informações a qualquer hora e em qualquer lugar.

 

UML

A UML (Unified Modeling Language) é uma linguagem para especificação, documentação, visualização e desenvolvimento de sistemas orientados a objetos. Sintetiza os principais métodos existentes, sendo considerada uma das linguagens mais expressivas para modelagem de sistemas orientados a objetos. Por meio de seus diagramas é possível representar sistemas de softwares sob diversas perspectivas de visualização. Facilita a comunicação de todas as pessoas envolvidas no processo de desenvolvimento de um sistema, gerentes, coordenadores, analistas, desenvolvedores, por apresentar um vocabulário de fácil entendimento.

 

Programação utilizando conceito de multicamadas

Os sistemas foram desenvolvidos com base na tecnologia Multitier (multicamadas), utilizando o padrão COM+. O servidor de aplicações é do tipo MTS/COM+. Os bancos de dados suportados atualmente são o Oracle e o IBM DB2. Veja a seguir um esquema da arquitetura dos sistemas.

 

Orientação a Objetos

O sistema foi desenvolvido utilizando o conceito de OO (orientação a objetos), em todas as fases do processo de desenvolvimento (análise, projeto, programação e teste de aplicações). A orientação a objetos é um paradigma de análise, projeto e programação de sistemas de software baseado na composição e interação entre diversas unidades de software chamadas de objetos.

Web Services

É uma coleção de funções empacotadas em uma única entidade e publicadas em uma rede para serem usadas por outros programas. São blocos construídos com a finalidade de criar sistemas distribuídos abertos, e possibilitar que companhias e indivíduos possam disponibilizar seu bem digital para o mundo inteiro, de uma forma rápida e barata.

Com os web services, qualquer aplicação pode ser integrada se estiverem capacitadas a se comunicarem via internet. A base dos web services é a troca de mensagens em XML através de protocolos web padrão como o http. Esse é um mecanismo muito “leve” de comunicação que qualquer linguagem de programação, middleware, ou plataforma pode realizar, com uma fácil e ótima interoperabilidade.

 

Banco de Dados Relacional

O sistema roda nos bancos de dados ORACLE, IBM DB2 e Microsoft SQL Server.